Um total de 63 toneladas de lixo foram recolhidas na edição mais recente da Faxina nos Bairros, que no último sábado (25) chegou aos bairros Planalto Ininga e Saci. A ação é promovida pela Fundação Municipal de Saúde (FMS) em parceria com as Superintendências de Desenvolvimento Urbano (SDUs).

Em atividade desde 2015, a faxina já recolheu, em 53 edições, 5166 toneladas de lixo em Teresina. Somente na última edição, foram 25,3 toneladas na zona Sul e 37,9 toneladas na zona Leste.

O lixo recolhido consiste em todo material com potencial de se tornar criadouro do Aedes aegypti, mosquito transmissor da zika, dengue e chikungunya, mesmo os que não são recolhidos na coleta rotineira como baldes velhos, carcaças de moveis antigos ou eletrodomésticos, garrafas e itens diversos. “Nesta época de chuvas devemos estar muito atentos, pois qualquer local que acumule água pode abrigar larvas do mosquito”, alerta a gerente de zoonoses da FMS Oriana Bezerra.

“Dados apontam que a grande maioria dos criadouros estão localizados dentro de casa. Em recipientes com utilidade para o morador, como vasos de plantas, pratos/pingadeira, comedouro/bebedouro de animais, piscina desmontável, lata/frasco/garrafas, balde/regador, bandeja de geladeira/ar-condicionado e material de construção”, afirma a gerente, que pede ainda que cada um faça a sua parte. “O proprietário deve ser responsável pela limpeza de seu domicílio, desta forma ele estará contribuindo com o trabalho da Prefeitura de livrar Teresina das doenças transmitidas pelo Aedes”, alerta Oriana Bezerra.

A dengue tem por principais sintomas a febre alta e de início imediato, dores moderadas e quase sempre presentes nas articulações, manchas na pele com coceira leve e sem vermelhidão nos olhos. Já a chikungunya se caracteriza por febre alta e de início imediato quase sempre presente, dores intensas e presentes em 90% dos casos e as manchas vermelhas podem aparecer nas primeiras 48 horas, com coceira leve em 50 a 80% dos casos.

No caso do Zika vírus, pode haver febre baixa, a pessoa pode sentir dores leves, as manchas vermelhas na pele se manifestam nas primeiras 24h e a vermelhidão nos olhos e coceira – com intensidade tanto leve como alta – podem estar presentes. “É importante que as pessoas procurem o serviço de saúde imediatamente ao perceberem qualquer um dos sintomas”, afirma a diretora de Vigilância em Saúde da FMS, Amariles Borba.

Texto publicado no site da Prefeitura de Teresina